11ª Corrida Juventus, o moleque travesso voltou …

Sabe aquela prova que é muito querida pela tradição e que a cada ano só melhora, se você pensou na prova do santo, errou feio! Estou me referindo a Corrida Juventus ou moleque travesso, prova que aconteceu neste domingo (28/08/2016) no tradicional bairro italiano da Mooca e organizada pela @sportsfuse … Ohhh meu !

E sabe por que ela é tão querida, por que essa prova sempre tem suas boas surpresas, para quem busca melhores tempos, desafios ou a estreia em corridas e para mim em especial é a prova de que quando corremos nunca deixamos de ser corredores, mesmo que tenhamos parado por um tempo para resolver questões e assuntos muito complicados e que muitas vezes nos sufocam e tiram nosso fôlego.

A vida é sim uma longa corrida! E nesta longa corrida enfrentamos nossos piores demônios, as vezes estes demônios nos lesionam e tiram nossa vontade de seguir adiante, são como grandes e pesadas ancoras em nossa vida.

E creio que precisamos sempre ter fé e procurar seguir adiante, a vida não é fácil, mas felizmente a corrida é um fantástico antidepressivo, não vou negar que em meus piores momentos tive pensamentos autodestrutivos e de suicídio, diante de problemas sem solução o desespero toma conta de tudo e deixa tudo escuro sem luz!

Mas hoje pude provar a mim mesmo que tudo pode ser superado, é claro que quando reduzimos o ritmo e voltamos é complicado pois queremos voltar no mesmo nível de antes de tudo, e aí é a hora em que tenho que ter paciência e persistir, a sensação é de ter um super carro com um motor travado, diante de tudo que você sabe que pode fazer e correr.

E na 11ª Corrida Juventus, comecei a definitivamente deixar para trás tudo que é de ruim, uma prova perfeitamente organizada em seus mínimos detalhes, hidratação, staff, arena, guarda volumes e o fantástico kit “cesta básica”.

E correndo com minha cunhada procurei não forçar e manter um ritmo confortável e isto foi até o 3km, na subida da Avenida Paes de Barros ela fez sinal para eu seguir sozinho e dai arrisquei um ritmo mais forte e meu 5km fechei com incríveis 05:03 de pace, fiquei muito feliz ao ver que sim eu podia voltar aos bons tempos, e mesmo com a altimetria desafiante consegui concluir os 5km da prova em 00:31:32, um bom tempo ao meu ver e que sim pode e será melhorado com paciência e persistência.

Meu agradecimento e parabéns a Alessandro Zonzini da @sportsfuse e ao querido Patrick Barzel da Mobile Comunicação, e meu desejo de sucesso sempre !

E borá em frente e fé no coração !

Deixe seu comentário ...