A vitória sobre a Obesidade e o Sedentárismo …

Vamos definir a Obesidade de forma Histórica e Cultural, no decorrer da história, a obesidade foi vista de diferentes formas. Em algumas civilizações na Antiguidade ser Obeso era considerado sinal de sucesso. Em outras, como no Japão medieval era considerado um deslize moral cometido pelo indivíduo. 
Na Europa, o estigma da obesidade era fundamentado pela Igreja Católica no pecado capital da gula.
Assim, de diferentes formas, a obesidade foi estigmatizada pela sociedade, sendo que, na actualidade, existe uma tendência maior ao preconceito, excepto em algumas regiões, como na África, em que a obesidade nos homens é sinal de domínio e poder e nas mulheres é sinal de maior fertilidade. 
 
Todavia, com os avanços nas pesquisas ocorridos nas últimas décadas, descobriu-se que a obesidade é uma doença multifatorial, não estando vinculada, portanto, a um único aspecto individual.

Os médicos utilizam em geral, o índice de massa corpórea (IMC), em inglês chamado de Body Mass Index (BMI) para medir o excesso de peso em uma pessoa, trata-se de uma medidad que indica a relação entre o peso em quilos e a altura em metros quadrados (IMC=peso[kg] / altura2[m2]) do indivíduo, permite ponderar o peso em relação à altura.

Aqui estão os resultados desta medida: 

Mais recentemente, um novo índice chamado IAC (Índice de Adiposidade corporal), que mede a largura do quadril foi introduzido pela primeira vez no início de 2011. IAC completa o célebre IMC. Calcule seu IAC: para mulheres, clique aqui e para os homens, clique aqui
A medida da circunferência da barriga permite ao médico, em caso de valor elevado ou sobretudo muito elevado, diagnosticar eventualmente uma doença cada vez mais freqüente: a síndrome metabólica (mistura de doenças como a diabetes, a hipertensão, o colesterol, a obesidade,…). Este medida pode fornecer informações preciosas sobre a saúde de um paciente, pois sabe-se que um excesso de gordura na região abdominal pode ser muito perigoso para o coração.

Com este último parâmetro, é possível compreender melhor que a obesidade é considerada pelos médicos como uma doença global que pode apresentar riscos de saúde importantes e por isso, uma aproximação cada vez mais multifatorial (trabalho em conjunto com clínico geral, nutricionista, internos, farmacêutico…) é recomendada.

É claro que com acesso a tantas informações e com tantas motivações para poder viver mais e melhor, tive a honra de ser entrevistado pelo Ultra Rafael Zobaran que comanda o Talk Running | Papo de Esteira, espero que todos curtam a entrevista e um pouco de minha história que começou como um obeso, sedentário e de certa forma conformado e hoje trilha as provas de corridas pelas ruas, mostrando que podemos vencer todos os obstáculos em nossa vida.
Agradeço pela oportunidade da entrevista e em especial agradeço a todos que motivaram e incentivaram a ir cada vez mais longe, e meu agradecimento especial a minha esposa Marcela e aos meus filhos Matheus e Eduarda que sempre torcem por mim em todas as provas que participo e nas provas que a vida nos impõe !

Deus Abençoes a todos nós !
Esse Blog mostra a todos que com fé,persistência e força de vontade
tudo é possível !!!

3 Comentários para A vitória sobre a Obesidade e o Sedentárismo …

  • Joka  says:

    IRADO DUDU PARABÉNS GUERREIRO !!!!!

  • Anonymous  says:

    Puxa gostei muito do seu texto. Eu também ando participando como amador no circuito de Manaus. Cada prova é um desafio.

  • Anonymous  says:

    A proposito quando quiser participar de alguma corrida aqui em Manaus,mande um alo aqui. Um abraço. ([email protected])

Deixe seu comentário ...