As Lutas e Conquistas de todos os dias …

Uma coisa é fato todo corredor de rua tem um parafuso a menos, minha amiga Solange Adas que treina com a equipe do Marcos Paulo Reis sempre me lembra desse fato incontestável, mas dai vem uma serie de perguntas, será que esse parafuso a menos tem influência em meu rendimento, pois menos peso, resulta em menor desgaste físico e melhores resultados pensamentos muito comuns na mente de corredoras e corredores loucos por esse esporte tão democrático, que sobem serras, atravessam rios e lamaçais, correm sob chuva e relâmpagos uma verdadeira coisa de louco mesmo.
Mas essa loucura por melhores resultados sempre nos coloca na famosa sinuca de bico, e desde o inicio do ano de 2009 tenho lutado contra uma coisa que atormenta a vida da grande maioria dos praticantes de corrida de rua, que é o sobrepeso, pode até ser paranóia, mas para um cara que já chegou a pesar mórbidos 116 quilos, definitivamente os sete quilos que me perseguiam se transformaram em uma espécie de luz amarela, chamando minha atenção para cuidar melhor de minha alimentação.
E com essa luz amarela piscando bem forte na minha mente, depois de quase dois anos retornei a minha endócrino, com um pequeno sentimento de fracasso, mas sabendo que a principal causa do aumento de peso se deve a grande ansiedade e preocupação, com trabalho, família e com o próprio futuro.

Mas mesmo antes do retorno a minha endócrino, já vinha mudando meus treinos com o firme propósito de dar a volta por cima e queimar essa bagagem incomoda que insistia em me acompanhar, e realizando treinos pela manhã e a tarde, juntamente com o auxilio de medicamentos receitados por minha endocrino para a reduzir a ansiedade, suplementos alimentares e o uso de termogênicos, em pouco mais de duas semanas consegui eliminar mais de 8 quilos, muito além dos 82 quilos que estavam definidos como meu objetivo chegando aos atuais 81 quilos, senti uma grande melhora em termos de resistência e a redução das dores que sentia nos joelhos e na parte posterior da coxas, isso tudo além de provar a mim mesmo que somos capazes de dar a virada e conquistar nossos objetivos.

Hoje (02/11/2009) no dia de Finados, convidei meu amigo Marco para um treino de 10k no Ibirapuera, reconheço que é a melhor forma de homenagear aqueles que já se foram, vivendo a vida em um local onde a vida florece a cada canto dos passáros, a cada passo que damos em nossos treinos e no pulsar do coração, fizemos um treino bem tranquilo mantendo uma média de 05:30/km e antes das 08h00 estavamos terminando nosso treino.
No próximo domingo (08/11/2009) vamos para a super prova Airton Senna Racing Day na pista do Autodromo de Interlagos, esperando sempre superar nossos limites e chegar bem.

Esse Blog mostra a todos que com fé,persistência e força de vontade
tudo é possível !!!

11 Comentários para As Lutas e Conquistas de todos os dias …

  • Corre Guto  says:

    Cara parabéns pela persistência… isso é tudo na vida! Em 8 meses perdi 17 kg e falo que tá foda manter. Ontem 10k e hoje 9k, estou morrendo de fome!!! rsss Passo direto pela cozinha… nada de fracassar. Boas provas…
    Corre Guto

  • satrijoe  says:

    Beleza de treino!

    Parabéns por estar ganhando sua batalha contra a balança. Não é fácil, principalmente em SP com tantas opções gastrônomicas (sinto uma saudade da pizza daí!).

    É isso, homenagear os que já se foram celebrando a vida!

    Bons treinos!

  • railer  says:

    tem que ter perseverança sim. eu vou treinar hoje, assim que o sol diminuir.

  • Jorge  says:

    É isso ae Dudu, parabéns pela determinação em superar esse fardo que nos atormenta, to na torcida por vc, pois realmente quem tem menos peso se sobresai bem nas corridas e também se cansa menos. Eu também tenho lutado contra a balança. Na hora da bóia vejo os amigos almoçando, pensa num cara que nem Franck Caldeira que é fininho pois é tem alguns amigos que são assim mesmo e que nem aguenta correr 1 km e na hora do almoço bota aquela montanha no prato e manda ver e comem bastante besteiras durante o dia e a noite e não engordam também queria ser assim…rsss..

    Boa semana e bons treinos.

    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    Ultramaratonista
    http://www.jmaratona.blogspot.com

  • Cassio Politi  says:

    Pelas contas que você apresentou, o saldo final foi de 35 quilos (116-81). Impressionante!

    Admiro as pessoas que não se contentam com o meio resultado. Um sujeito comum talvez ficasse satisfeito com os 89 kg. Mas você persistiu e foi até bater a sua meta.

    Tenho um grande amigo (grande, literalmente) que pesa 120 kg. Vive ensaiando começar a correr, mas nunca sai da promessa. Mandei seu post para ele.

    Parabéns, Antonio!

  • HSLO  says:

    Hum…legal…viu. Parabéns.

    abraços

    Hugo

  • Ricardo Hoffmann  says:

    Eduardo, parabéns por essa incível força de vontade! Sensacional cara!

  • ::TC Projeto Triathlon (Tuco)::  says:

    Fala meu grande e estimado amigo Dudu!!!
    Tudo bem por aí?
    Realmente sua força de vontade, disciplinda e determinação impressionam e incentivam!!! Força amigo! Continue em frente e parabéns pelos 8Kg perdidos!!! Um abração!!

    Tuco –Treinando para superar a barreira dos 42K!!
    Curitiba- PR
    http://tcprojetotriathlon.blogspot.com/

  • Haroldo  says:

    Oi Eduardo, tudo bem?
    Termogênicos? Interessante, nunca ouvi nada a respeito…..
    Conte mais!

    Um abraço!

    Haroldo

  • Joka  says:

    Meu irmão te digo. Vc é guerreiro mesmo !!!!!!!!! kkkkk. Manda ver na prova Airton Senna Racing Day

  • Ésio Cursino  says:

    Parabens Eduardo pela determinação. Ainda estou no sobrepeso mas tambem estou lutando para baixar.

Deixe seu comentário ...