Corri, Ganhei mas não levei!

Em mais de dez anos correndo, confesso que já me deparei com péssimos organizadores de provas, onde provas foram canceladas e o valor das inscrições nunca devolvido (HeroCross), provas sem a menor estrutura para acontecerem, falhas grotescas em meio a maratonas e outras provas longas e outra aberrações as quais nos corredores e corredoras sofremos e que alias também somos consumidores do serviço prestado ou não por estas “empresas”.

O que mais incomoda é que situações como estas acabam por manchar as empresas que tem um padrão de qualidade para com seu cliente o corredor e corredora. E para ilustrar mais um capitulo daqueles que não cumprem sua obrigação, a corredora Sandra D’alberti nos enviou o relato a abaixo criticando duramente  a empresa Fbr Esportes, que cometeu uma série de trapalhadas na prova Desafio dos Eucaliptos que aconteceu no dia 02/09/2018.


“No último domingo dia 02/09/18 participei de uma corrida chamada Desafio dos Eucaliptos com distâncias de 5.7k/10.2k e 21k fui na distância de 21k, já na largada teve um atraso de meia hora, segundo o organizador Fernando Bergamini responsável pela Empresa fbresportes.com.br, teve um incêndio no início da madrugada em uma parte do percurso e estavam tentando apagar para liberarem o percurso, até ai normal imprevistos pode ocorrer,  já que o local da prova era uma fazenda de Eucaliptos, com um percurso bem técnico mas lindo, haviam muitos postos de hidratação porém com a  água totalmente sem gelo para variar e pelo atraso na largada os corredores dos 21k foram penalizados com uma temperatura bem elevada o que já causa um grande desgaste. Já na chegada mais uma surpresa não tinha água para os corredores e corredoras, ainda mais após correr 21k sob um forte calor e ofereceram apenas “uma banana” para os atletas.

Diante da completa bagunça, a organização Fbr Esportes resolveu premiar todas as categorias juntas, foi então que começaram os problemas, no momento de iniciar a premiação dos 5.7k nas categorias, começaram a surgir a reclamações, de atletas terem chegado antes do que estava sendo premiado, e diante da polêmica e revolta de quem realmente merecia ser premiado, o organizador resolveu que não haveria mais a premiação naquele dia, porém se “comprometia” a enviar todos os troféus pelo correio após averiguação dos tempos de cronometragem.

Na segunda-feira (03/09/2018) recebemos um e-mail informando que não conseguiram aferir os tempos e que fariam um “treinão” no próximo dia 07/09/2018 e nesta data entregariam os troféus.

Já na terça-feira (04/09/2018) recebemos outro e-mail no qual a organização dizia que após debater com alguns amigos organizadores, chegou à conclusão de cancelar a corrida ninguém receberia a premiação e que marcarão uma nova data para corrermos novamente e garantir o nosso troféu, o sentimento é de frustação uma amiga minha Simone Claudio que conquistou e não levou seu troféu e só vai receber se correr novamente na data que a organização Fbr Esportes estabelecer , ou seja correr na data escolhida por eles sem se importar que possamos compromissos ou ter outra corrida marcada, se não correr não ganha o troféu já conquistado.”

 Sandra D’alberti


E com um texto bem intimista e com erros de português a Fbr Esportes , tenta se justificar com a mensagem abaixo:


Caso a Fbr Esportes , queira se pronunciar estamos abertos a divulgar suas considerações.

E fica a dica, “Evite Provas Meia Boca, o prejudicado sempre será você!”

Deixe seu comentário ...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.