De volta as origens de um blogue …

Vou retomar o que diz a definição, muitos blogs por ai perderam seu proposito em trazer as aventuras e desventuras da vida real, o que vemos são páginas que exaltam apenas vitórias, caretas, pessoas que se acham mais que as outras e blogs que se transformaram em vitrines de produtos e de dicas vazias que não agregam e não motivam ninguém.

Mas vamos lá, na ultima sexta-feira (06/01/2017) tomei coragem e finalmente me pesei, confesso que tomei um baita susto, ao constatar que estava com 12 quilos acima do peso que julgo ideal para correr sem causar impactos aos joelhos. Mas como engordei tanto? Como eu escrevi acima nem tudo são vitórias, vivi muitos baixos e poucos altos em minha vida pessoal e profissional, e isso me levou a uma depressão e por consequência a desmotivação e parece que quando estamos passando por momentos difíceis o corpo também reflete isso em forma de lesões e dores o que agrava ainda mais o momento difícil.

Mas porque os recomeços são tão difíceis? Pessoalmente percebi que os recomeços são difíceis pois buscamos de imediato voltar a um estado e um ritmo anterior aos problemas, e ai é que tem que sobressair a persistência, pois não é fácil, queremos correr no mesmo ritmo que antes e tudo fica mais difícil e desgastante e parece que somos iniciantes, o que não deixa de ser uma verdade.

Felizmente não parei totalmente, creio que apenas patinei em meus objetivos e por isso vi estes mesmo objetivos se distanciarem, mas não os perdi de vista, por isso que persistir tem que ser uma constante mesmo com treinos esporádicos mantive algum condicionamento, para poder encarar mais um recomeço.

E neste domingo (08/01/2017) deixei de lado algumas coisas e fui fazer um pedal em minha MTB, planejei percorrer uns 30km para ver como estava meu condicionamento, e segui pela ciclovia da Radial Leste saindo do metrô Itaquera até a região da Mooca, e claro pelo caminho muita gente correndo e pedalando, e infelizmente também muita gente sem noção de segurança que pedala ou corre em grupos impedindo os demais de passarem, mas são situações típicas de pessoas que se acham donas do espaço ou não querem compreender o que significa espaço compartilhado.

Finalizando meus 30km optei por utilizar a nova ciclovia instalada na região da Gamelinha (zona leste) e novamente me deparei com pedestres utilizando o espaço destinado as bikes como calçada, sem contar os motoristas que não respeitam a sinalização de transito, infelizmente situações corriqueiras em nossa cidade.

Finalizei meu pedal com 30,50km e com a determinação renovada para encarar mais um ano, para mim não se trata de resoluções de inicio de ano e sim uma resolução para a vida !

Sucesso Sempre a todos e viva os recomeços!

Deixe seu comentário ...