Minha motivação no 8º Desafio do Trabalhador …

Começo esse relato com uma frase que sempre marcou minha vida de corredor amador, frase essa de Bill Bowerman que diz :

Como alguém disse, correr é basicamente um passatempo absurdo pelo qual as pessoas se cansam. Mas, se você conseguir achar um significado para cada treino seu, talvez você seja capaz de achar um significado para um outro passatempo absurdo: a vida!

E sim nossa vida é um passatempo absurdo, no qual podemos apenas ficar sentados e observar o tempo passar e com ele levar nossos sonhos, desejos, ambições, amores, projetos e pôr fim a vida como um todo.

 É obvio que as vezes estamos de pé, correndo, lutando e fazendo acontecer, mas sempre haverá o imponderável, que despenca sobre nossas cabeças e torna tudo mais complicado, mas cabe a nós mudarmos essa nova perspectiva, por isso eu sempre busco inspiração em minha história pessoal para recarregar a motivação pois como diz a frase de Zig Ziglar :

As pessoas dizem frequentemente que a motivação não dura. Bem, nem o banho – e é por isso que ele é recomendado diariamente.

E neste domingo frio com 12 graus (01/05/2016) fui mais uma vez renovar minha motivação, a convite da SportFuse Marketing Esportivo participei do 8º Desafio dos Trabalhadores – Corrida e Caminhada, prova realizada na cidade de Osasco em São Paulo.

E creio que devemos buscar a motivação em uma prova que promova justamente isso a motivação e a alegria, e a SportFuse cumpre com louvor esse objetivo com uma superorganização que começa desde a inscrição passando pelo super kit “cesta básica” que todos os corredores inscritos recebem juntamente com a bela camiseta, chegando até o momento da largada e por todo o percurso da prova, com seus staffs sempre alegres e passando uma energia motivadora para todos os corredores e corredoras.

Juntamente na companhia de minha cunhada largamos as 08h00 para os 4km da prova, onde os mais de 900 inscritos foram encarar o frio e o percurso com os famosos falsos planos, o percurso em certo trecho lembra em muito a avenida Politécnica na USP lá pelos 23km da maratona de São Paulo, prosseguimos juntos até o 2km, mas a partir daí fui em voo solo procurei recuperar o tempo e consegui fechar os 4km em 00:23:56 o que julguei um bom tempo e os resultados estão em #desafiodotrabralhador.

E para variar os “não inscritos” ou “pipocas” causando para pegar sua “merecida” medalha finisher, coisa da cultura brasileira infelizmente.

E minha nota/avaliação sobre a prova:

  • 10 – organização
  • 10 – kit (cesta básica)
  • 10 – hidratação
  • 10 – animação
  • 10 – percurso e local da prova
  • 10 – medalha

Sucesso Sempre a todos e vamos em busca da motivação e viver nosso passa tempo absurdo chamado vida !

Deixe seu comentário ...