Quando a Ansiedade e as Dúvidas chegam …


Bem meus Amigos e Amigas em minha coluna no Jornal Corrida, externei minha angustia e ansiedade por estar lesionado, e impedido de correr, apesar de ser algo normal em que todos estão suscetíveis, pode estar parecendo algo um tanto melodramático e sem motivo aparente.
Mas o fato é que neste período em que estou tentando trocar a corrida pela natação e pela bike, venho enfrentando uma situação muito conhecida por mim, na época em que eu vivia a situação da obesidade.


Esta situação é a ansiedade que vem dia após dia tomando conta de mim, e percebo que meu peso vem aumentando e essa situação a cada dia que passa começa a mudar meu humor e minha paciência com coisas banais.


Nesta ultima semana o joelho piorou significativa, tornado o simples ato de andar algo incomodo e dolorido, fazendo me sentir muito mau e irritado, e nesta situação que “aparentemente” é normal, começam a vir em minha mente questionamentos sobre tudo isso que estou passando, pensamentos contraditórios a minha ansiedade em voltar a correr, e durante a noite fico refletindo se devo continuar a correr, se devo largar tudo isso de lado e parar de insistir e persistir.


Fico imensamente feliz ao ver as conquistas e superação de vários amigos e amigas através das Redes Sociais, e queria muito estar vivenciando e sentindo estas emoções, nestes últimos meses consegui realizar o sonho do Garmin 910XT o qual não registrou nem sequer 10 km de corrida, recebi dois novos pares de super tênis para poder correr e dar minhas impressões, elogios e criticas sobre eles, e novamente o máximo que estes dois pares percorreram foi o percurso da caixa para meus pés e vice versa, tenho pesquisado muito sobre a aquisição de um novo Salomon Speedcross 3 para correr pelas trilhas de Paranapiacaba e outras pirambeiras, mas fico receoso pois ele pode acabar se tornando um tênis para passear no shopping  e isto me irrita demais, me deixa ansioso e no último treino de bike, senti na pele a falta da corrida, pois meu rosto estava repleto de sal, tudo isso por conta do desequilíbrio alimentar e da ansiedade que venho sentindo, e com essa ansiedade vem um sentimento imenso de culpa e arrependimento.


Queria muito estar escrevendo sobre minhas conquistas, recordes pessoais batidos, histórias sobre as provas das quais participei, amigos e amigas os quais encontrei, mas neste momento o que estou vivendo é o antônimo de tudo isso, e durante a redação deste texto lendo a time line do Facebook me deparei com o texto do amigo Emerson Macedo:


Paciência é uma virtude de manter um controle emocional equilibrado, sem perder a calma, ao longo do tempo. Consiste basicamente de tolerância a erros ou fatos indesejados. É a capacidade de suportar incômodos e dificuldades de toda ordem, de qualquer hora ou em qualquer lugar. É a capacidade de persistir em uma atividade difícil, tendo ação tranquila e acreditando que você irá conseguir o que quer, de ser perseverante, de esperar o momento certo para certas atitudes, de aguardar em paz a compreensão que ainda não se tenha obtido , capacidade de ouvir alguém, com calma, com atenção, sem ter pressa, capacidade de se libertar da ansiedade. A tolerância e a paciência são fontes de apoio seguro nos quais podemos confiar. Ser paciente é ser educado, ser humanizado e saber agir com calma e com tolerância. A paciência também é uma caridade quando praticada nos relacionamentos interpessoais. DEUS em nome de JESUS preciso de paz”


Algumas coisas aparecem do nada para nos motivar e nos dar a paz de espirito e a paciência necessária para seguirmos adiante, espero conseguir me manter firme neste proposito, que para mim esta sendo uma prova longa e desgastante a qual ainda não consigo enxergar a reta final, creio estou no pior trecho desta prova pessoal , uma verdadeira escadaria acima, onde a cada vez que olho para frente não consigo enxergar o final, mas de alguma forma sei que o final esta logo ali após o próximo lance desta escada interminável e de altos degraus.


Amigos e Amigas lhes desejo uma Semana iluminada repleta de Sucessos, Alegrias e Superações e os deixo com este texto:



Esse Blog mostra a todos que com fé,persistência e força de vontade
tudo é possível !!!

9 Comentários para Quando a Ansiedade e as Dúvidas chegam …

  • Anonymous  says:

    Puxa Eduardo,realmente se vê o quanto ama correr.Eu torço para que esse final esteja logo ali mesmo e que muito em breve a gente se conheça numa prova ou em algum treino ….um abraço viu!
    Fernanda Ferraresi Fernandes

  • Rafael oliveira  says:

    imagino que deve ser uma situação muito dificil, mas torço para que vc volte o mais rapido possivel.
    Acredite sempre, pois Deus pode transformar toda a sua tristeza em risos e alegria.

    http://temposminimos.blogspot.com.br/

  • ANGEL MEIRELLES  says:

    Eduardo, desejo de coração que recuperação seja breve. Admiro seu amor pela corrida. abraço. Angelita Meirelles

  • Daniela Barcelos  says:

    Edu,
    Sei como está se sentindo, dá para perceber em sua fala o quanto a corrida é importante e essencial na sua vida, pois foi dela que você retirou força de vontade, garra e energia de mudar.
    Confesso que a cada treino e prova que faço, agradeço a Deus por poder estar ali fazendo o que mais amo e o que me dá forças para enfrentar a vida.
    Tudo isso vai passar, seu corpo vai se recuperar, e você vai sentir toda energia que a corrida nos dá. Estou torcendo e rezando para a sua volta, de coração.

  • ivana.  says:

    Realmente, é uma situação angustiante … Também ando um pouco assim, por conta de uma lesão. Meu carinho e boa recuperação.

  • Abreutax  says:

    Caro Edu vendo seu relato me vi um pouco nele pois quando iniciei a corrida eu precisava perder peso, decobri a corrida e achei que poderiamos sair do estágio de sendentário a super-mans, bingo lesão tendinite patelar e a minha condromalacia no joelho deu sinal de vida, algo que já tinha anteriormente e só piorou por não ter o fortalecimento ideal.
    Imagina minha cabeça como ficou…passa tudo, passam todos…a sensação de impossibilidade que a dor te dá é algo surpreendente e que só pode ser combatida com o tratamento certo, paciência e insistência na recuperação. Aprendi que é uma fase da nossa vida que assim como treinamos para conquistar 10k, 21k, 42k ou qualquer outra distância precisamos nos concentrar neste novo objetivo de vida. E quando você pensa que está bem, tá indo tudo certo…eis que a dor aparece novamente pra lembrar que ainda você precisa continuar rumo ao seu objetivo. Neste meio tempo parei de treinar sozinho e percebi que precisava de uma assessoria.Insisti na musculação e ainda continuo a insistir, claro só entrei nela depois de ter passado pela fase da fisio. Hoje convivo com a condromalacia, conto nos dedos os dias que tive uma pequena dor este ano por conta de um treino mais puxado e nada que o gelo não resolva. Mais sempre que tento algo que está fora dos meus limites a dor se faz presente, dai aprendi a avançar passo a passo, planejando tudo e principalmente aprendi a escutar o que o corpo está tentando falar e que nem sempre damos ouvidos
    Tenho certeza que será uma fase a mais na sua vida a ser contada no futuro, você é um guerreiro, transformou sua vida e agora está diante de um novo desafio o qual será conquistado por ti, nada é por acaso Deus te sustentará.

    Deus te abençoe chefe

  • Osmir Foltran  says:

    Bom dia Eduardo.
    Sei que palavras ou exemplos não é o que vc deseja.
    Mas aos 66 anos estou com várias operações e lesões curadas pelo corpo todo.
    E nesse domingo(21/10/2012) completei minha 70ª corrida e meu amigo Preté aqui de Piracicaba completou 656ª. É mole.!!??

    Então amor aos treinos leves e cuida bem desse joelho que devagar vc volta.
    E o mais triste: ” estamos sempre sujeitos a novas lesões”.

    Abraços.
    Osmir Foltran
    http://correreblogar.blogspot.com.br/

  • Sergio  says:

    Eduardo,
    Sei exatamente o que você sente, já passei por isso. É duro até mesmo passar pela rua e ver gente correndo. A ansiedade aumenta e o peso vai junto… acho que sempre ajuda ler histórias de gente que passou por situação pior. Você já leu a história do Lelo em ” O desafio do Portuga”?
    Tudo que desejo é que possa voltar logo às corridas!
    abraço,
    Sergio

  • Dr. Scholl's  says:

    Oi Eduardo, tudo bem? Sou responsável pelas mídias sociais da Dr. Scholl’s Brasil e estamos fazendo uma promoção no nosso Facebook. Vamos dar 5 inscrições para a próxima etapa da Track&Field Run Series, que vai acontecer em Salvador. Viemos aqui contar pra você para que possa participar e/ou divulgar, caso tenha interesse. O link é esse: http://on.fb.me/QNEmbg Um abraço e obrigada, Fabiana

Deixe seu comentário ...