Quando somos movidos e viciados em Endorfina …


Quando deixamos de lado o sedentarismo e com ele os maus da sociedade moderna, como a obesidade, pressão arterial elevada, o mau colesterol elevado, stress, ansiedade e outros mil problemas que tornariam esta lista muito longa e cansativa, passamos a amar este algo, idolatramos nossas conquistas e tudo aquilo que nos faz chegar e ir cada vez mais longe e ao final termos o sentimento de uma alegria que não cabe dentro de nós.


Mas esta mudança de hábito de vida trás consigo um aspecto positivo, uma vez que entramos é praticamente impossível sair, e por conta do imponderável destino, enfrentamos algumas fases que testam a nossa real resistência, uma resistência muito diferente da que aplicamos nas provas mais duras e cascudas, é algo que chamo de perseverança que mesmo lesionado e sabendo das limitações busco estar em ação, e busquei na natação, bike e treinos sem impacto esta ação, sei que a endorfina de uma corrida bem casca dura não tem igual.


E quando falo de endorfina, e algo que só quem corre para se superar e se desafiar sabe bem do que estou falando, e para mim a prova mais Endorfinada da qual tive o prazer de participar foi a da Copa Paulista de Corridas de Montanha em Paranapiacaba, em meio a serra do mar, passando por morros, riachos, rios, muita lama e pirambeiras, e uma vez que você começa na prova não tem como voltar ou cortar caminho é Endorfina e resistência pura!
Mas sinto que minha lesão começa a se curar e na próxima semana terei os resultados da tomografia de meu joelho e dai sim poderei fazer um tratamento direcionado para meu problema, enquanto isso…


… vou nas braçadas evoluindo e colocando metas a serem superadas, comecei com 500 metros, depois 1000 metros, 2000 metros e agora quero chegar aos 3000 metros, buscando perfazer semanalmente 12000 metros de braçadas.


Agradeço a inúmeras mensagens desejando a minha recuperação e afirmo que estas mensagens estão fazendo seu efeito, pois são de amigos e amigas que sabem bem o que é sentir a endorfina de uma boa corrida!


Esse Blog mostra a todos que com fé,persistência e força de vontade
tudo é possível !!!

4 Comentários para Quando somos movidos e viciados em Endorfina …

  • Lucia M. Gushi  says:

    Que beleza Eduardo Acacio. Como tudo tem seu lado positivo, fico feliz que graças à lesão, está se tornando fera na natação também, parabéns pela sua capacidade de crescer e evoluir através das dificuldades.

  • lisboetacorredora  says:

    Olá Eduardo!
    Sigo seu blog já algum tempo!
    Não é esta lesão que o vai impedir de realizar e alcançar seus objectivos!
    Força ai!
    Bons treinos, boas braçadas e excelente recuperação!
    Boa semana
    ****

  • Leonardo Cesar Farias Pereira  says:

    É isso ai Eduardo, não será essa lesão que vai te parar, e se Deus quiser não será nada grave.

    Hoje abri o exame que eu fiz a escanometria, tenho uma diferença de 0,75cm de uma perna para outro, agora é esperar e ver o que o medico tem a me dizer, mas creio que seja esse o motivo das minhas fortes dores.

    Forte Abraço e boa recuperação

    Léo

    http://www.pisandoporai.blogspot.com

  • Mayumi  says:

    Parabéns pela determinação, Eduardo! Bons treinos e boa sorte nos resultados da tomografia!

Deixe seu comentário ...