Quase a Primeira Desistência …

Neste sábado (31/07/2010) rolou a Corrida Noturna – Caixa – São Paulo para 4k, 8k e 12k, como de costume cheguei cedo ao Pacaembú, o final da tarde estava quente e muito seco, nem parecia que estávamos no meio do Inverno e sim uma tarde de verão de Novembro.

No caminho para a arena, era perceptível a muvuca do trânsito na Avenida Pacaembú o que já deixava bem claro que a largada programada para ás 18h45 não iria acontecer, e como em uma adivinhação logo em seguida a organização da Prova anunciava a prorrogação da largada para as 18h55, algo que visivelmente não iria acontecer, e que ao meu ver a largada não aconteceria antes das 19h00.Enquanto aguardava a chegada de meu amigo Maurício, curtia uma ótima seleção de musicas para agitar a noite e brigava com os Siriris que insistiam em voar contra meu rosto. E as 18h50 foi liberado o acesso dos corredores para a área da largada, e a muvuca na Avenida Pacaembú ainda rolava solta quando a organização informou qual seria o percurso, da prova descendo e subindo no contra fluxo da Pacaembú em três voltas, as 18h57 foi dada a largada que logo no começo tinha uma curva muito fechada para a direita, para mim aquela noite não estava muito boa comecei a sentir algum desconforto abdominal logo no retorno do 2km, mas não dei muita atenção, mantive o ritmo de 05;10 por km e assim foi até 7km quando as dores abdominais se intensificaram, naquele momento minha mente foi invadida por pensamentos negativos de desistência, frente as dores que somente aumentavam, mas resolvi seguir adiante e no 10km, quando resolvi usar meu gel de Carboidrato uma forte ânsia tomou conta de mim achei francamente que ali seria o final da prova para mim, mas dai veio a imagem de minha filha Eduarda, que mais cedo do nada me disse “Desistir Jamais!” talvez como uma previsão do que o pai iria enfrentar naquela noite, segui adiante e finalizei a prova dos 12km em 01:04:18.
O desgaste da prova foi intenso visto que os corredores de ponta como Adriano Bastos e outros tiveram de disputar espaço com a galera dos 4km que estavam ali apenas para uma boa caminhada e por final esta mesma galera foi vista como vilões dos mais rápidos dos 8km e 12km que na segunda volta da prova tiveram que desviar do caminhantes sem antes soltar alguns “péssimos comentários” ao meu ver os caminhantes não tem culpa, estão ali com o mesmo propósito dos demais, curtir a vida e participar de uma prova pela qual pagaram.

A culpa novamente é da organização da prova que não soube estruturar a prova para as diversas distâncias ofertadas, creio que nos corredores estamos servindo de cobaias para organizadores que pensam apenas no lucro, creio ainda que se houvessem apenas duas distâncias a prova teria transcorrido de forma mais organizada.

Nesta semana vou buscar melhorar de minha condição estomacal, e espero estar a 100% para o próximo domingo na corrida Corpore Centro Histórico a qual ganhei a inscrição em uma promoção via twitter pela @samsungesportes com uma foto de minha filha Eduarda terminando a Maratona de São Paulo 2010.

Sucesso a todos !!!

Esse Blog mostra a todos que com fé,persistência e força de vontade
tudo é possível !!!

12 Comentários para Quase a Primeira Desistência …

  • elis  says:

    oi, eduardo!

    parabéns! concluiu a prova na garra!
    mas que desorganização… corrida em são paulo, sábado à noite, tem que ser muito bem planejada!
    porque o trânsito é intenso! como você disse, acho que eles estão fazendo os participantes de cobaia… mas tomara que aprendam com os erros dessa prova, pra que isso não se repita no próximo evento!

  • satrijoe  says:

    Edu,
    com esse monte de dores eu confesso que provavelmente teria desistido. Mas guerreiro como vc é… Bravo!!!

    Aproveitando, espero poder te encontrar lá no centro histórico. Estou tentando conseguir uma vaguinha de última hora!

    Abração,
    Shigueo

    PS: Te indiquei para um selo de garantia lá no meu blog.

  • Elisabete  says:

    Também estava na Corrida Noturna e a cada corrida fico mais feliz com meus resultados e quero um dia ter a sua garra para correr os 12km – PARABÉNS!

  • Joel dos Santos Leitão  says:

    Edu, parabéns pela garra e determinação. Sem dúvida você se superou novamente. Essa briga interna com nosso corpo e nossa mente é uma constante quando surgem imprevistos ou desafios diferentes.
    Quanto aos (des)organizadores de corridas, também inseri um post lá no meu blog, com comentários da galera que correu o Circuito das Estações Adidas, e o que venho percebendo é que infelizmente não dá para contar com caminhantes ou corridas de 5km quando o local da prova é estreito. Já que os (des)organizadores não se preocupam com isso, espero que os corredores que participam dessas corridas de 10km tenham equilíbrio para não jogar a culpa em quem está ali acreditando sinceramente que faz uma atividade física na busca de saúde. Além disso, não adianta esperar que o caminhante tenha o bom senso de dar passagem, pois eles não estão acostumados e não são obrigados a advinhar. Forte abraço! @JoelMaratonista

  • Anderson Consenzo  says:

    Mandou muito bem! Parabéns!

  • Antonio C R Colucci  says:

    Boa Edu!
    Nos vemos no Centro Histórico!
    Abraço
    Colucci
    @antoniocolucci

  • Rê(nata)  says:

    Vizinho!!!
    Imprevistos acontecem, mas você soube contorná-los e isso é o que importa.
    Só uma dica: quando não estou legal, não tomo o gel. Já aconteceu de correr quase 1:30h e não tomá-lo, simplesmente por que não senti falta e achei que passaria mal se tomasse.
    O principal de tudo é respeitar nosso corpo, acima de tudo!
    Beijão!!!

  • Joka  says:

    Show !!!! Abraço guerreiro

  • Rinaldo  says:

    Olá Eduardo,

    Parabéns pela prova e boas melhoras!

    Esta estória de ser “chamado” pelo corredores de elite é realmente desagradável, e como você disse, trata-se de erro da organização. Porém o atleta de ponta deve saber que vai enfrentar este pelotão no percurso e aprender a respeitar.

    Boas corridas!

    Claudio Rinaldo
    http://numerodepeito.blogspot.com/
    http://cicloviadigital.blogspot.com/

  • Anonymous  says:

    Parabéns Dudu pela garra em ter terminado essa corrida noturna eu espero que vc já tenha se recuperado…
    Realmente a corrida hj em dia tá crescendo e os corredores e caminhantes também eu concordo com vc sobre o ocorrido com os corredores e caminhantes a organização tem culpa sim, pois aqui no último final de semana rolou a prova da Adidas e aconteceu a mesma coisa os corredores de 10Kms quando fizeram o retorno se encontraram com os corredores de 5K e com isso era um desvia, desvia daqueles…
    Olha o meu blog de corridas está participando do CONCURSO PEIXE GRANDE, caso vc ainda não votou, gostaria de contar com sua ajuda e se puder divulgar para os amigos eu agradeço.

    Boas corridas,

    Jorge Cerqueira
    http://www.jmaratona.com

  • Eliete Sobral  says:

    Guerreiro: Meus Parabéns.
    Também estava nesta corrida, porém sou iniciante. Realmente a desorganização é muito grande, quando vi atletas da elite tentando correr entre nós não acreditei. Outra reclamação que tenho são os pontos de hidratação, pouquíssimos.
    Mas vamos lá – Abraços

  • tutta  says:

    Valeu Eduardo.
    Sei muito bem o que é esta dor.
    Senti uma única vez em corridas e foi na minha estréia em maratonas aí em SP dia 1º de junho de 2008.
    Procurei não dar muito atenção como você fez e consegui (em partes). Terminei a prova com 2h48.
    Mas apesar das dores, você ainda fez uma boa prova.
    Parabéns e bons treinos pra você.

    tutta
    http://www.correndocorridas.blogspot.com

Deixe seu comentário ...