Terminar Bem este é o Negócio …

Qual a primeira regra de quem corre? É com esta pergunta que começo mais uma história pessoal deste corredor, que neste último final de semana que prometia ser bem agitado resolveu assumir o desafio de correr duas provas. Sendo convidado pela Norton by Symantec resolvi encarar os 10k da Night Run que rolou na região do Anhembi mais precisamente no sambódromo do Anhembi, e já me preparando para os 8k da Hero Cross que iria rolar no domingo na Cidade de Itu em São Paulo.
 
Mas o desafio para mim era grandioso e até pretensioso visto que estava a mais de 6 meses sem encarar um prova oficial em ritmo de prova, mesmo porque a São Silvestre no final de 2012 foi mais um passeio do que propriamente uma corrida. Já no sábado pela manhã toda a tralha para a Night Run e para a Hero Cross já estavam organizadas, com as camisetas da equipe Jornal Corrida e tudo mais.
 
E com o passar das horas do sábado, a ansiedade só crescia, e alternava entre a dúvida e a certeza de conseguir correr 10k, sem ter que desistir. E ainda rolando a expectativa de encarar os obstáculos da Hero Cross, lendo e assistindo vídeos sobre a prova e o quanto era dura.
 
E durante o percurso de ida para a prova fui fazendo montando minha estratégia para a corrida, e como em toda a estratégia inevitavelmente sempre surge a opção de parar, afinal agora vem a resposta de minha pergunta inicial; A primeira regra de quem corre é terminar bem.
Chegando a região do Anhembi, já havia uma multidão de corredoras e corredores, uma verdadeira procissão de religiosos corredores, todos seguindo para o templo chamado largada. Novamente senti aquela energia positiva que toma conta e nós faz nós sentir seres diferenciados, e foi durante a caminhada para a arena da prova que recebi uma ligação, avisando que a Hero Cross havia sido cancelada, por conta de um liminar, a princípio achei que fosse piada ou brincadeira, pois pela manhã havia visto muitos corredores postando fotos diretamente do local onde ocorreria o evento. E pensei o tamanho da falta de ética quanto fazer o cancelamento de um evento que tinha a expectativa de reunir cerca de 3000 corredores, público que muitas provas que temos por ai nem em sonho costuma reunir, ainda mais com o preço de mais de R$140,00 por atleta. Mas enfim após a frustação do cancelamento da Prova em Itu, fui pegar meu kit do espaço da Norton by Symantec, onde fui muito bem recebido e confesso que fiquei muito admirado pelo kit da prova e pela camiseta oferecida pela Norton, algo que hoje em dia é muito raro ser oferecido nas provas.
Comentar sobre a arena da Night Run, é dar referencias de uma verdadeira VIBE ( Vibrações Inteligentes Beneficiando a Existência), muita animação e energia rolando solta, quando eu cheguei já estava rolando a largada dos 5k, uma festa em todos os sentidos com show de luzes e tudo mais que se tem direito em um evento na noite Paulistana, com muita água, energético, isotônico e nada e bebida alcoólica!
eduardoacaciosilva Night Run | 2013 | SP photoseteduardoacaciosilva Night Run | 2013 | SP photoset

Pontualmente as 20h30 foi dada a largada para os 10k, um show de luzes incrível e muito inspirador, a sensação de estar largando no sambódromo me fez reviver a minha primeira corrida em 2006, quando naquele mesmo local dava meus primeiros passos, para deixar a obesidade e o sedentarismo para trás, creio que naquela momento toda a inspiração e energia necessário para completar a prova, vieram à tona. Procurei mentalizar a chegada e não o percurso em si, mantive um ritmo confortável entre 05:30 e 05:40 e assim segui até o 4k, quando comecei a sentir dores na lombar, e inevitavelmente os pensamentos de parar e desistir, quando estava já próximo ao 5k, havia a sinalização para os corredores de 10k e 5k, e confesso que estava já desacelerando para entrar no corredor dos 5k, quando um corredor me cortou o caminho e disse “segue em frente fera, não para!”, e com tamanho incentivo não poderia parar ali, segui na prova.

 

Sofrimento …
E no 6k logo após pegar água, comecei a sentir náuseas e até o som que tanto me anima e da energia começou a me incomodar, respirei fundo ergui a cabeça e comecei apenas a mentalizar a chegada, alternava entre momentos de melhora e náuseas, sem contar as dores na lombar, e o joelho resistiu firme e forte. E meu corpo pedia para eu parar e caminhar e minha mente dizia o contrário, “siga em frente, estamos chegando”, dei razão a minha mente e segui em frente, mesmo não fazendo o melhor tempo de minha vida, mantive a minha fortaleza e meu objetivo pessoal, e como diria nosso herói brasileiro Ayrton Senna da Silva “Quando penso que cheguei no meu limite, descubro que tenho forças para ir além.”
 
A minha chegada foi para mim mais uma prova de superação pessoal, mesmo diante de dores, dúvidas e incertezas, persisti e conclui a minha 140ª prova com o tempo de 01:03:10, um bom tempo para que esta voltando ao templo abençoado dos treinos e corridas.
 
E apesar do cancelamento da Hero Cross, onde iriamos nos enlamear e tudo mais, neste sábado o desafio de enlamear e encarar as pirambeiras será nos 12k na Serra do Mar na cidade de Paranapiacaba, borá lá se divertir muito !!!
 
Ótima semana a todos e Sucesso Sempre !!!

6 Comentários para Terminar Bem este é o Negócio …

  • Anonymous  says:

    Fera!!!! Parabéns pelo retorno e muito sucesso no Hero!!!!!!
    Valeria Spakauskas

  • Karinne Vanessa  says:

    Isso aí cara, desistir jamais!!!
    Bons treinos e belas provas!!
    Abraço, Karinne.

  • Dori Lemos  says:

    Show, parabéns e boa prova.

  • ivana.  says:

    É isso aí, amigo !

  • Leonardo Cesar Farias Pereira  says:

    Aeee Edu é isso aí mais uma vez se superando, logo mais estara 100% nas corridas de rua.

    Forte Abraço

    Léo

    http://www.pisandoporai.blogspot.com

  • Laercio Alves  says:

    Parabéns pela corrida….concordo com o tema…terminar bem….e não concordo com o nosso heroi…ele não terminou bem.

Deixe seu comentário ...