Marílson Gomes dos Santos disputa Maratona de Hamburgo …

O fundista Marílson Gomes dos Santos, do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, disputa, neste domingo (26/4/2015), a 30ª Maratona de Hamburgo, na Alemanha. A Bandsports mostra VT resumido da prova às 9 horas (horário de Brasília). Marílson fará a primeira competição na distância (42km195m) por boa posição no ranking nacional. Só depois da prova e do resultado poderá definir se vai ao Pan de Toronto, ao Mundial de Pequim ou se disputa uma outra maratona. Aos 37 anos, correndo desde os 12, ajustou os treinos e o calendário de competições para sonhar com a maratona nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Todo o seu foco será na Olimpíada do Brasil e, por isso, não descarta, inclusive, abrir mão do Pan e do Mundial.

Marílson tem resultados sólidos como o bicampeonato da Maratona de Nova York, mas administra o atual momento de sua carreira. “Depois da competição vamos conversar, eu e o Adauto, e decidir se corro o Pan, o Mundial ou nenhuma das duas competições. Vamos ver o que é melhor para nós, tecnicamente, para eu chegar competitivo em 2016”, disse Marílson. Hamburgo será uma espécie de teste da preparação feita nos primeiros meses do ano sem lesões. “Quero ver como estou e vou fazer uma prova conservadora, mas para atingir os tempos fixados por nós. Quero completar a prova”, observou Marílson. O fundista foi atrapalhado por lesões em 2014 e não concluiu as duas maratonas que correu, Londres, em abril, e Amsterdã, em outubro. Marílson busca constância para chegar em 2016 sem lesões e competitivo.

“A ideia para Hamburgo, por todos os treinamentos que vimos e o trabalho feito, é o Marílson correr entre 2h09min, se estiver muito bem, e 2h11min. Acredito que ele possa correr nessa faixa. Precisamos estar nesse bolo, de dois atletas para o Pan e três para o Mundial. Se a gente conseguir manter esse estágio de tempo… aí, sim, podemos criar uma expectativa muito boa para o ano que vem”, avaliou o técnico Adauto Domingues, do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA.

Adauto não descarta a possibilidade de o fundista correr o Pan. “O Marílson tem compromissos com outras pessoas – não se faz um atleta só com a cara e a coragem. Ele tem apoio do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, da Nike, Pão de Açúcar e São Caetano. Ir para o Pan seria um bom retorno para os patrocinadores e para ele também. Mas, agora, queremos que ele chegue em 2016 correndo bem. Então, deixa ele correr Hamburgo e vamos ver.”

Para os Jogos Pan-Americanos o índice é 2h21min00. Oito atletas brasileiros já correram abaixo da marca e o melhor é Franck Caldeira, também do Clube BM&FBOVESPA, com 2h12min04. Pelo regulamento da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) serão convocados os dois primeiros do ranking brasileiro, de 1 de janeiro de 2014 a 10 de maio de 2015. Para o Mundial de Pequim, o índice é 2h18min00 e serão chamados os três primeiros do ranking brasileiro. O prazo para a obtenção de índices é 24 de maio de 2015.

Fonte:

Mais informações: www.clubedeatletismo.com.br e www.clubedeatletismo.org.br

Siga a Contrapé no blog contrapedejornalismo.wordpress.com, no twitter: @contrape1 e no www.facebook.com/contrapedejornalismo

Deixe seu comentário ...