Red Bull Amazônia Kirimbawa …

Red Bull Amazônia Kirimbawa selecionará a melhor equipe do Brasil em mountain bike, canoagem e corrida

Buscando o título de “grande guerreiro”, principais atletas do Brasil encaram Floresta Amazônica

Ser reconhecido em uma modalidade esportiva como “o grande guerreiro” não é tarefa fácil. Mas é o que estarão buscando oitenta e um homens e nove mulheres que, no dia 7 de dezembro, participam do Red Bull Amazônia Kirimbawa. A competição irá reunir os maiores nomes do país em corrida a pé, mountain bike e caiaque.

xxx

Eles se dividirão em trinta times de três integrantes e enfrentarão um percurso de 50 km de corrida a pé, 104 km de mountain bike e 45 km de caiaque para buscarem ser coroados como o Amazônia Kirimbawa, termo que dá nome ao evento e que significa “grande guerreiro” em um dialeto indígena local.

Os primeiros a encararem o desafio são os corredores. Eles largarão de dentro da tribo Inhaã-bé e irão percorrer um trajeto de 50 km – oito quilômetros maior do que uma maratona. Os atletas terão que atravessar trechos de mata fechada, rios e outros obstáculos naturais até passarem o bastão para seus companheiros que, em seguida, enfrentarão o trecho de bike.

Um dos principais destaques entre os competidores da corrida é Fernanda Maciel que, recentemente, venceu o Everest Trail Race, considerada uma das competições de corrida de montanha mais importantes do mundo. “Estou muito motivada para o Kirimbawa. Nunca estive na Amazônia e será realmente um sonho correr dentro de uma selva. Estes dias estou tendo dificuldades para treinar porque é inverno na Europa e em cima da montanha fazem -13 graus. Mas acredito que é a cabeça quem manda e ela estará animada pro dia da largada”, comentou a paulista.

Red Bull Amazônia Kirimbawa
Em seguida, entram os atletas de mountain bike, que têm que percorrer 104 km (três vezes a distância de uma prova olímpica). O trecho é o mais selvagem do percurso. Eles passarão, por exemplo, em uma região que é conhecida pelo exército brasileiro como “quadrilátero da morte”, pela quantidade de onças pintadas que habitam o local.
O mineiro Rubens Donizete, que representou o Brasil nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos, é um dos nomes que participará da competição. Acostumado com provas de longa distância, ele acredita que o local será realmente o maior desafio. “Vai ser interessante, pois o percurso é um pouco maior que uma maratona e o calor também será grande. Além disso, será minha primeira vez na Amazônia. Estou curioso e estou me preparando bem fisicamente e mentalmente”, finaliza.

Por último, os atletas de canoagem encaram 45km pelo Rio Negro para fechar o circuito de mais de 200km ao longo da Floresta Amazônica. Os atletas passarão por vários trechos de alta dificuldade técnica mas o ponto mais plástico, sem dúvida, é o encontro das águas entre o Rio Negro e o Solimões.

Representante brasileiro nos Jogos Olímpicos de Sidney (2000), Atenas (2004) e Pequim (2008), Sebastian Cuattrin é um dos nomes que irá participar da prova. “A competição será bem interessante pelo fato do atleta ter que remar contra a corrente do Rio Negro e enfrentar o forte calor devido à umidade relativa do ar. Mas apesar das grandes dificuldades, teremos a grande oportunidade de navegar pelo encontro do Solimões e Negro, que é um sonho para qualquer atleta. Além do espetáculo visual que será o contato direto com a própria natureza”, afirma.

O público interessado em acompanhar a competição deve ir para a orla da Ponta Negra, onde será a chegada da competição. A expectativa é que as primeiras equipes cheguem por volta das 15h30 (horário local), 17h30 (horário de Brasília). O Red Bull Kirimbawa tem o apoio de Citroen.

 

Red Bull Communications
[email protected]
João Perocco: (11) 991 409 611

Crédito das fotos: Fábio Piva

Deixe seu comentário ...